Testei o aplicativo 12 minutos – Avaliação completa

 

Se você gosta de ler, como eu, provavelmente queria ter mais tempo para a leitura na sua rotina.

Acontece que por aqui as coisas andam tão corridas que não estou conseguindo ler muita coisa. 

Mas já decidi que vou dar um jeito nisso aí! 

Comecei testando o 12 minutos, um aplicativo gratuito que descobri esses dias. 

Neste artigo vou explicar como o app funciona e contar o que achei dele até agora. 

O que é o 12 minutos?

É um aplicativo que disponibiliza microbooks para serem consumidos em rápidos 12 minutos, em média.

Microbooks são versões próprias que contém uma análise de determinado livro, reunindo suas ideias e conceitos-chaves.

O que NÃO é o 12 minutos? 

Não é um aplicativo de resumo de livros. É um app de microbooks criados por uma equipe de especialistas encarregada de ler e analisar cada obra. 

No meu entendimento, o 12 minutos também não substitui a leitura de livros, nem torna as pessoas mais burras ou com conhecimento superficial. 

Para mim, o app facilita o hábito da leitura nessa vida corrida que levamos hoje. 

Lendo versões menores de cada livro, eu consigo ler e aprender muito mais, concorda? 

Também fica mais fácil definir qual livro vale a pena comprar para ler por completo.  

De onde surgiu o app? 

O 12 minutos foi criado por uma startup de Belo Horizonte (minha BH), onde o povo é cheio de ideias boas e as startups ganham o mundo! rsrs

O app foi lançado em janeiro deste ano e tem mais de 50 mil downloads.

Também está super bem avaliado no Google Play e Apple Store. Nessa última, a versão atual do app tem mais de 2 mil avaliações e ganhou cinco estrelas. 

Para quem é útil?

Eu acho que é útil pra mim, porque:

  • Amo ler não ficção. Livros de empreendedorismo, bem-estar, saúde, psicologia….
  • Não estou conseguindo ler na frequência que gostaria;
  • Não quero perder o hábito da leitura, apesar dos dias estarem tão corridos;
  • Adoro folhear um livro, mas também gosto da praticidade do digital;
  • Tenho uma lista interminável de livros que quero ler;
  • Não sei comprar apenas um livro quando me deparo com os dizeres “promoção”. Resultado? Um monte de livro na estante que eu ainda não li;
  • Fico com raiva quando chego na metade do livro e descubro que só perdi tempo até agora;
  • Detesto sair e esquecer meu livro em casa. Ou o fato de não poder levá-lo, porque não cabe na bolsa;
  • Aproveito aquelas horas chatas do dia para ler alguma coisa. Fila do banco, trânsito, sala de espera do médico…

Se você se identificou com algum dos motivos acima, creio que o aplicativo seja útil para você também. 

É gratuito? 

Sim, existe a versão gratuita, mas é limitada. Nela o usuário tem acesso à apenas um microbook por semana selecionado pela equipe editorial do app.

A versão completa é a Premium, que dá acesso ilimitado aos mais de 200 microbooks do aplicativo e tem integração com o Kindle.

Você tem direito a um trial gratuito de 3 dias para testá-la. 

A assinatura desse plano custa R$ 298, 80 por ano. Esse valor pode ser parcelado de 12 vezes, caso a compra seja feita pelo site.

Parcelando de 12x, você paga R$ 24,90 por mês, o valor aproximado de uma assinatura Netflix ou Spotify. Justo, né? 

Formas de pagamento + garantia de 30 dias

O pagamento é apenas no cartão de crédito, se a assinatura for pelo site.  

Comprando pela App Store ou Google Play, a forma de pagamento fica condicionada ao processo de compra da Apple e da Google. 

Vantagem: o 12 minutos oferece garantia incondicional de 30 dias para compras feitas pelo site. 

Isso quer dizer que você pode cancelar da assinatura Premium sem custos, com reembolso integral, dentro do prazo de 30 dias. O cancelamento é pelo e-mail para lucas.antunes@12min.com.br. 

Só existe a cobrança anual mesmo? 

Sim. Lendo esse artigo aqui, vi que o 12 minutos não tem a intenção de cobrar mensalmente, por enquanto. 

Para mim a justificativa fez total sentido.

A ideia é que as pessoas criem o hábito de ler microbooks e fiquem viciados em aprender cada vez mais e mais rápido. 

E a formação de um hábito leva tempo, né?

Não basta o assinante se comprometer com o app por um mês e pronto. É preciso que ele assuma um compromisso maior com o aplicativo. 

Daí a cobrança anual, que acaba incentivando o usuário a realmente usar o app, para fazer valer a pena o investimento. 

Sabe quando a gente fecha o plano anual da academia e se sente obrigado a malhar todo dia? Mesma coisa! rs

Como eu descobri o aplicativo 

Pelo Rafael Seabra. Se você é leitor do blog, sabe quem é, né? 

Para quem está chegando agora, Rafael é educador financeiro e uma das minhas referências quando o assunto é dinheiro. 

Outro dia ele postou um vídeo indicando o 12 minutos e eu fiquei de pesquisar sobre o aplicativo. Nisso mais alguém me falou do app e fiquei curiosa para testá-lo.

Minha experiência com o app

Baixei o app no Google Play, fiz um cadastro rápido e comecei o trial gratuito de 3 dias. 

Li primeiro o “Poder do Hábito”, de Charles Duhigg, e achei o microbook super bem estruturado. Frases curtas, conteúdo dividido em tópicos e notas finais (uma espécie de conclusão). 

Leitura bem gostosinha, viu…

Gastei míseros 11 minutos para ler tudo e, depois que terminei, não fiquei com aquela sensação de “uai, já acabou?”.

Pelo contrário, achei que me deram conteúdo suficiente para entender as ideias principais do livro. Muito além de um resumo mesmo… 

Fiquei empolgada e escolhi mais um: “Os Segredos da Mente Milionária”, de T. Harv Eker. 

Esse eu já li por completo (amei, por sinal!), mas quis testá-lo no formato de audiobook, que é o mais acessado pelos usuários do 12 minutos.

Não gostei da experiência, viu gente?

Achei cansativo e não simpatizei com a voz do narrador.  rsrs 

Preferi trocar para o formato de texto e, aí sim, eu gostei! Achei a leitura dinâmica e o conteúdo bem fiel ao livro. 

Depois disso já li mais uns cinco e continuo usando o app. 

E o desempenho? 

Achei bom. Até agora só tive um único problema para fazer login. Fora isso, tudo certo! 

Já vi algumas pessoas reclamando que o app trava em alguns aparelhos, mas no meu está funcionando bem. Tenho o Moto G 3. 

Em resposta às reclamações, o suporte disse que já foi identificada a maioria das causas dos travamentos.

Disse também que estão sendo feitas atualizações constantes na versão atual do app para correção de bugs. A última foi em 28 de novembro de 2017. 

O que achei de tudo isso  

Achei o aplicativo útil demais para esse mundo acelerado em que a gente vive hoje. 

As maiores vantagens, na minha opinião:

  • Variedade de best-sellers: lá eu achei “Ansiedade”, de Augusto Cury; “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter; e “Revolução do Sono”, de Arianna Huffington etc;
  • Livros de várias categorias: comunicação, marketing e vendas, dinheiro, economia, empreendedorismo, gestão e liderança, motivação e inspiração, política, filosofia e ciências sociais, produtividade, psicologia, saúde e bem-estar;
  • Busca segmentada: mais lidos, mais novos, com áudios e sem áudios etc;
  • Wishlist: pelo site o usuário pode sugerir um livro para resumo ou votar nos mais pedidos;
  • Não depende de wi-fi: dá para salvar o microbook no smartphone para ler offline; 
  • Atualização constante: toda semana são adicionados novos livros;
  • Garantia de 30 dias: por lei, temos o prazo de 7 dias corridos para desistir de uma compra. O 12 minutos se compromete a dar 30 dias de garantia caso a assinatura do app seja feita pelo site. O reembolso é integral.   

Ressalvas

1 – acho que o trial gratuito poderia ser de 7 dias, em vez de 3. Já que a assinatura é anual, seria bom experimentar o conteúdo ilimitado por mais tempo, né? 

2 – a renovação da assinatura Premium é automática no cartão de crédito. Caso você não queira continuar com o app depois de um ano, precisa cancelar a assinatura pelo menos 24 horas antes do prazo acabar.

Se der bobeira e não cancelar antes, a cobrança será feita automaticamente no seu cartão. Aí você terá o prazo de apenas três dias para solicitar a desistência e o cancelamento. 

O que li a respeito do 12 minutos?

Para escrever esse artigo, pesquisei notícias, avaliações e indicações recentes sobre o app. Selecionei as principais para vocês: 

No site Reclame Aqui, a startup 12 minutos não havia sido cadastrada até o dia 28 de novembro de 2017. Bom sinal, né? 

Para quem quiser mais informações ou tiver alguma dúvida, o site do app é este aqui. 

E se você já usa o aplicativo, me conta o que está lendo? Deixe o seu comentário aí embaixo! 

4.7 (93.33%) 6 votes

1 comentário


  1. A princípio não acreditei muito na proposta do aplicativo, mas resolvi testá-lo. É realmente muito bom! Valeu pela dica!

    Responder

Deixe o seu comentário