Excesso de informação: é só segunda-feira e a minha caixa de e-mail tá lotada

Manhã de segunda-feira. Abro o meu e-mail e não sei por onde começar.

Doria dribla Bolsonaro e começa vacinação
Perspectivas para o mercado em 2021
Queremos te dar uma mãozinha
Seu pedido será entregue logo
Bem-vindo à jornada do autoconhecimento
Como vender mais em 2021
Cursos recomendados para você
Quanto vale o seu dinheiro?

Essas são algumas mensagens e tem mais chegando! Isso porque eu combinei comigo mesma de começar o ano com menos. Menos e-mails, menos cursos, menos lives, menos tarefas, menos listas.

Mas confesso que já esqueci do combinado. Ontem mesmo me cadastrei para mais uma live, mesmo sabendo que seria no meio da tarde e dificilmente eu conseguiria acompanhar.

Também me inscrevi para mais um curso online e gratuito, sendo que nem terminei aquele outro, do mês passado. E acabei de descobrir um curso de finanças para autônomos e já cadastrei o meu e-mail para ser avisada sobre a próxima turma. 

via GIPHY

Falta de foco, eu sei, mas não vou pensar nisso agora. É segunda-feira. Preciso trabalhar. Focar no trabalho, me concentrar. Fácil? Hoje não. Começou a vacinação contra a COVID-19 no Brasil e eu tô emocionada.

Além do mais, preciso me informar.  O calendário de vacinação já saiu? Quando os meus pais vão vacinar? Qual o meu lugar na fila da vacina? E os insumos, vão chegar? 

Vou me atualizar. E depois me concentrar. Vou fechar TODAS as abas no meu navegador, inclusive o Gmail que continua aberto desde o início da manhã.

via GIPHY

Falando nisso, novas mensagens chegaram por aqui. Opa, deixa eu ver. Eita, olha esses títulos:

É amanhã!
É hoje!
É daqui a pouco!
Estamos ao vivo!
Inscrições abertas!
Última chance de comprar com desconto!
Vai ficar de fora, Marcela? 

É, minha gente…eu que lute contra o senso de urgência, o excesso de informação e a infoxicação. São infinitas possibilidades, milhares de opções, todos os dias. Ofertas e mais ofertas, estímulos e mais estímulos, a um clique de distância.

“Mas isso é maravilhoso, Marcela! Qual o problema?”.

Sim, mas muitas vezes me sinto ansiosa, dispersa, estressada e com a sensação de que deveria estar acompanhando tudo. Mas não, não deveria. Não dou conta de acompanhar e absorver tanta coisa. Haja espaço no HD! 

via GIPHY

Já aceitei humildemente que não vou conseguir fazer todos os cursos online e gratuitos, nem assistir todas as lives, nem ser ativa em todas as redes sociais, nem me aprofundar em todos os acontecimentos do mundo.

Ao mesmo tempo, não quero me desconectar da realidade e ficar alienada e distante de tudo.  Eu trabalho com comunicação, então nem posso me afastar por completo, ainda mais no momento em que estamos. 

A pandemia continua, mais de 200 mil pessoas já morreram no Brasil e os casos seguem aumentando. Como fechar os olhos e ir cuidar da minha vida, “pelo bem da minha saúde mental?”. Não consigo. Nem quero.

via GIPHY

Prefiro pegar o caminho do meionem por fora, nem por dentro demais das coisas. Fácil? Não. A linha é tênue entre estar bem informado e estar exausto pelo excesso de informação. Achar o equilíbrio tem sido um exercício diário, um desafio que não começou agora e talvez continue por muito tempo.

Como me educar e lidar com o excesso de informação? 

Vou refinando o filtro e a minha capacidade de focar. No infográfico abaixo compartilho dicas práticas que estão me ajudando e podem te ajudar também.

excesso-informacao Excesso de informação: é só segunda-feira e a minha caixa de e-mail tá lotada

Gostou das dicas? Compartilhe o infográfico com quem você quiser! Para compartilhar, é só clicar em cima da imagem, depois em “Salvar” e pronto! Dá pra encaminhar por WhatsApp, Telegram e também por e-mail. 

Conteúdo em vídeo

Se você preferir, confira as dicas no vídeo abaixo 👇

Para terminar, quero saber: o que você faz para lidar com o excesso de informação? Alguma dica para compartilhar? Deixe o seu comentário ao fim do post! 

6 Comentários


  1. Adorei a historia da Lenize, é isso aí…e não tenho netos (infelizmente!!!) mas a gente vai levando e a vida correndo, né?
    Mas esta bom assim, pior seria sentar e olhar a vida passar sem nada de produtivo. Estou com 8.7 e espero ainda muito pra fazer…
    bjs adoro seu blog

    Responder

    1. Se Deus quiser vc terá muitos anos pela frente, Maliza! Legal demais ter vc aqui no blog! Obrigada pelo comentário 😉

      Responder

  2. Marcela, eu amei o seu texto! Estou vivendo isso. Sou jornalista também sofro com o fato de querer saber as coisas e não saber . O caminho do meio termo é difícil, já tive ansiedade e muita preocupação por conta disso. Ter foco é um dos meus desafios,mas sigo. Gratidão pelo texto! E Parabéns! Seguimos,

    Responder

    1. Franciane! Ainda mais difícil pra gente q é da área, né? Obrigadíssima pelo comentário!

      Responder

  3. Nossa tem horas que me sinto tão cheia de coisas, penso preciso fazer uma constelação aí sigo, um sigo outro Tenho é vários não dou conta de acompanhar tudo , tô fazendo um curso EAD pedagogia finalizando ,quero ver série, ler uns livros ver novela amo aí umas coisas temmeses que impuro é outras vou tentando aí quando chega o final de semana fico querendo só ficar em cada se os netos chegam aí acabou só quero eles, sinto que não produzo nada bem como queria é penso é pouco tempo para muitas coisas.Dificil.D ++++++

    Responder

    1. Lenize, fiquei sem fôlego só de ler o seu comentário! hahahaha É muita coisa, né? E, além de tudo, ainda tem as novelas, as séries, os filmes, os livros…Ufa! Precisamos de tempo pra descanso, isso sim! Que bom que vc consegue se desligar no fim de semana e aproveitar com a família!
      Obrigada pelo comentário 😉

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.